Aprendi que amores eternos podem acabar em uma noite. Que grandes amigos podem se tornar grandes inimigos. Que o amo, sozinha não tem a força que imaginei . Que ouvir aos outros é o mehlro remédio e pior veneno. Que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal gastamos uma vida inteira para conhecer a nós mesmos. Que os poucos amigos que te apoiam na queda, são muito mais fortes do que os que te empurram. Que o ''nunca mais'' nunca se cumpre. Que o ''para sempre'' sempre se acaba. Que minha familia com suas 1000 diferenças, está sempre aqui quando eu preciso. Que ainda não inventaram nada melhor que colo de mãe desde que o mundo é mundo. Que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo. Que vou cair e levantar milhões de vezes... e ainda não vou ter aprendido tudo.
theme by sabedorias, don't fucking copy. details + + +
Vem cá!
Eu era um daqueles livros de capa feia, com o conteúdo bagunçado e meio confuso. Um livro do qual ninguém se atrevera a ler.
Guilherme.  (via inverbos)

(Source: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Posted 13 January 2014, 3 months ago · 53,012 notes · Reblog
originally s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r · via: inverbos
A ausência diminui as paixões medíocres e aumenta as grandes, como o vento apaga as velas e atiça as fogueiras.
Machado de Assis.     (via inverbos)

(Source: antigas-primaveras)

Independentemente do que acontecesse em nossas vidas, eu me imaginava ao fim do dia deitado na cama ao lado dela, nós dois abraçados enquanto conversávamos e ríamos, perdidos nos braços um do outro.
Querido John. (via inverbos)

(Source: interiorizar)

Posted 11 January 2014, 3 months ago · 14,980 notes · Reblog
originally interiorizar · via: inverbos
É simples: acabou. Mas de alguma forma a gente teima em dizer que não,a gente teima que essa história tem continuação,mas não tem. A gente quer por reticências onde não tem mais espaço,acabou a folha mais a gente insiste em escrever ali no cantinho,com letras pequenas que é pra caber mais coisa. Não adianta. Quando não dá certo,não tem saudade que faça ficar,não tem “eu te amo” que faça voltar.
É simples,a gente é que complica. (via distanciastes)
Posted 11 January 2014, 3 months ago · 296 notes · Reblog
originally despedidas · via: despedidas
Sorria. Lágrimas não curam dor.
Demi Lovato.    (via distanciastes)

(Source: reaproximou)

Posted 11 January 2014, 3 months ago · 8,386 notes · Reblog
originally reaproximou · via: despedidas
Mas eu só queria alguém que entendesse minhas loucuras e suportasse o fato de que sou uma pessoa complicada de se lidar.
Marcos Filipe.    (via inverbos)

(Source: 10reais)

Posted 11 January 2014, 3 months ago · 43,221 notes · Reblog
originally 10reais · via: inverbos
E existem aquelas pessoas que por mais distantes que estejam, ainda continuam perto. Aquelas que, passe o tempo que passar, serão sempre lembradas por algo que fizeram, falaram, mostraram, pelo que nos fizeram sentir. É isso. As pessoas são lembradas pelos sentimentos que despertaram em nós. E quanto maior o sentimento, maior se torna a pessoa.
Caio Fernando Abreu.  (via distanciastes)

(Source: cerimoniais)

Posted 11 January 2014, 3 months ago · 22,378 notes · Reblog
originally cerimoniais · via: despedidas
Cansado das coisas nunca darem certo.
Desconhecido. (via esplandecer)

(Source: sou-inseguro)

Posted 11 January 2014, 3 months ago · 14,314 notes · Reblog
originally sou-inseguro · via: esplandecer
Eu sinto como se errasse todos os dias.
The Walking Dead.   (via inverbos)

(Source: harmonizar)

Posted 11 January 2014, 3 months ago · 104,254 notes · Reblog
originally harmonizar · via: inverbos
Andar de mãos dadas, brincar um com o outro, passear, ver um bom filme, abraçar, fazer ela sorrir…Porque é que hoje em dia as pessoas não curtem mais fazer coisas do tipo? Quero dizer, são coisas tão simples e gostosas de se fazer com quem você gosta, e as pessoas conseguem ser hipócritas ao ponto de dizer que isso tudo é uma perda de tempo.
Mateus Yoshitani.   (via reinicios)

(Source: futuro-heroi)

Posted 11 January 2014, 3 months ago · 759 notes · Reblog
originally futuro-heroi · via: reinicios